Header Ads

Quase um ano depois Anitta fala sobre as últimas eleições e presidente em entrevista

(Foto: Divulgação
Anitta está na nova edição da revista Marie Claire e aceitou falar sobre política – um assunto que lhe foi caro nas últimas eleições presidenciais, quando a cantora foi cobrada pelo público para se manifestar contra o então candidato Jair Bolsonaro. Ele acabou vencendo. “Só votei no primeiro turno, no segundo eu estava em Miami trabalhando. Quem escolhi não ganhou”, disse a artista.



Segundo ela, ainda é cedo para avaliar o novo governo, porque ele teve basicamente um semestre de gestão. “Entendo os motivos das pessoas de terem escolhido quem escolheram e também entendo quem não fez essa escolha. Acho que, independente de quem ganhou, do que está sendo feito, a gente tem que torcer para dar tudo certo. Então estou torcendo para dar tudo certo no nosso país. Muito preocupada com a causa ambiental”, declarou.



Na mesma entrevista, Anitta reafirma seu interesse de se aposentar dos palcos com 30 anos de idade. Ela quer desacelerar em 2023, focar na vida pessoal e na família. Sonha em ter muitos filhos. “Gosto de casa cheia. Quero adotar também. Só que é um plano para depois. Se acontecesse de engravidar agora, paciência. Não abortaria, pelas minhas crenças religiosas. Sou espírita, acredito em questões de reencarnação, karma, etc. E também não teria motivo [para abortar]. Sou saudável, tenho como sustentar. Mas defendo a descriminalização, total. Acho que as pessoas têm que ter o direito de agir conforme as crenças delas. Não é porque acredito em X que todo mundo tem que acreditar igual. Acho que quem não está a fim de ter um filho precisa ter a opção de fazer isso com segurança. Apoio a liberdade de escolha”, posicionou-se.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.