Header Ads

Anitta não se preocupou com segurança de Pabllo Vittar que poderia ser morta durante clipe

(Reprodução: Youtube)
Mais uma mentira contada pelo colunista Léo Dias caiu por terra no livro da suposta biografia ''não autorizada'' de Anitta. O site 'Noticias da TV' relevou que conversou com outras fontes de pessoas que acompanharam o distanciamento de Anitta e Vittar. Segundo o site, Anitta não teria gastado nenhum centavo com a gravação do clipe, tudo foi patrocinado por uma agência de turismo e pela Adidas.


Pabllo Vittar de fato teria pedido um jato pra ela e sua equipe. O motivo? A cantora poderia ser morta durante a viagem porque teria que passar por países (cidades) onde homossexualidade é considerado crime. Anitta entrou recusou e Vittar e sua equipe, viajaram por 9 horas de Van. A reportagem no 'Noticias da TV' salienta ainda que o livro de Léo Dias só conta a versão de Anitta que por sinal está bem distorcida.

A história dizia que Anitta teria bancado 70 mil dólares do clipe sozinha e que por isso, não tinha 'obrigação' de conseguir o jato. Não é a primeira vez que uma história contada no livro é desmentida. O apresentador Erlan Bastos da TV Meio Norte revelou que a briga entre Anitta e Ivete Sangalo não tem nada haver com o que foi contada no livro.



Tecnologia do Blogger.