Header Ads

Mulher é perseguida por um homem que rejeitou no Tinder

Adicionar legenda

Muitas pessoas querem encontrar um companheiro tanto para encontros casuais ou algo mais serio acabando assim entrando em aplicativos de relacionamento. A carioca Juliana Oliveira de 30 anos foi perseguida por um homem que não deu match no app Tinder pois não teria gostado do dele.

Ao ver que a moça não deu like em seu perfil o homem começou a procurar Juliana em todas as redes sociais até a achar no Instagram onde pegou o seu WhatsApp que é comercial da sua loja  para ficar mandando mensagens a moça. O homem mandou mensagem de vários WhatsApp diferente dizendo que queria fazer em comendas e que queria que Julia fizesse a entrega onde o homem estarias esperando por ela.

Juliana disse que não queria nada com o homem e ele a chamou de prostituta e disse que eu estava em aplicativo porque era uma piranha. Por conta disso Julia deixou de fazer entregas com medo de acontecer algo com ela, acabou mudando o WhatsApp e contratou um segurança para proteger ela e a loja. Homem nunca mais a incomodou mas desde aquele dia Julia nunca mais entrou no Tinder.

Tecnologia do Blogger.