Header Ads

Marie já foi espancada em ponto de ônibus por ser trans e hoje faz sucesso como tatuadora.

(Marie Marques também tem um canal no YouTube)
O Mixturando entrevistou Marie Marques, tatuadora de 29 anos moradora de Nova Iguaçu no Rio de Janeiro. Ela já foi eleita miss no evento Tattoo Place Festival, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Para a jovem, que chegou a sofrer violência física por causa de transfobia, a coroação foi muito importante, pois considera o mundo da tatuagem muito machista.


Marie conta porque resolveu seguir essa profissão ''Faz 4 anos sempre amei a arte em geral e sempre amei a tatuagem então me arrisquei e to a 4 anos nessa profissão.'' Ela também revelou que já sofreu e sofre agressões. ''Diariamente sou atacada verbalmente ! Fisicamente fui espancada por um grupo em um ponto de ônibus foi uma das piores coisas que me aconteceu o pior foi saber que ninguém foi preso ou processado.'' disse.


Apesar do preconceito da sociedade, Marie foi aceita pela família. ''Faz 5 anos que me tornei trans e minha família sempre esteve do meu lado e foi o que mais me deu forças a seguir forte''. Em seu instagram ela mostra seu dia a dia @marie.marques

Aproveitando a pergunta que é sempre feita pela principal emissora do País, perguntamos a Marie que Brasil ela quer para o futuro. ''Quero um Brasil onde pessoas amem as outras independe do gênero da sexualidade e da cor! Mais amor e respeito.''

Tecnologia do Blogger.