Header Ads

Cármen Lúcia implorou para Lula lhe tornar ministra do STF em 2006.

(Foto: Divulgação
A ministra Cármen Lúcia se tornou o centro dos holofotes no julgamento que avaliava se o STF sedia habeas corpus ao ex presidente Luis Inácio Lula da Silva. Porém uma conversa de bastidor em 2006, causou certo constrangimento a Ministra.



Como se sabe, quando há uma vaga de ministro seja por morte ou aposentadora, o presidente da república é quem indica um nome para assumir o cargo. Em 2006 o então presidente, Lula indicou Cármen Lúcia.
(Foto: Dia em que o então presidente Lula parabeniza Cármen)
A ministra teria implorado para o amigo pessoal de Lula,  Sigmarigna Seixas e homem influente de seu governo, convencesse o presidente a indicá-la a uma vaga no STF:''- Ela praticamente ficou de joelhos diante dele, dizendo coisas como, "por favor, fale com ele, essa é a grande oportunidade da minha vida". Eu fiquei constrangido''. Sigmarigna atendeu ao seu pedido; Lula a indicou.





No julgamento do último dia 4, caiu nas mão de Cármen Lúcia devido a um empate, decidir se mandava Lula para cadeia ou o deixaria em liberdade. Ela votou contra o ex presidente.
(Foto: Divulgação)
Dias antes do julgamento de Lula, a ministra se encontrou com atual presidente, Michel Temer. O Real motivo da conversa, nunca foi revelado.



Tecnologia do Blogger.