Header Ads

Inês Brasil ''obrigou'' programa de grande sucesso a sair do ar.

(Foto: Divulgação)
Que a vida da Web Celebridade Inês Brasil é recheada de polêmica, isso todo mundo já sabe. A cada dia, a dona do hit ''Make Love'' surge com algo novo. Desta vez a cantora é a principal responsável por tirar um famoso programa de grande audiência do ar.


Trata-se do programa ''Hora do Veneno'' que era exibido pela TV Cidade em Manaus, capital do Amazonas. O semanal era líder de audiência nas noites de quinta feira além de ter grande repercussão na internet.

(Foto divulgação: TV Cidade)
O programa era comandado por Eduardo Paiva e Erlan Bastos. Existia um quadro famoso na atração chamado ''Baile do Close Certo'' que acabou se tornando uma festa que rodou todo País. A festa era apresentada por Bastos. Na edição que aconteceu no dia 25 de Março, justamente em Manaus a atração era Inês Brasil.
(Foto reprodução: Internet)
Durante sua apresentação, Inês começou a ''introduzir'' o microfone em sua parte íntima levando o público ao delírio. O vídeo foi reproduzido por 9.436 sites e mais de 4.559 canais no youtube postaram a cena.
(Foto divulgação)
Em um registro feito por uma pessoa que estava no evento, é possível ver justamente o apresentador Erlan Bastos ''chocado'' com a cena. A foto foi registrada pouco depois de Inês Brasil ''introduzir'' o microfone.


O Programa de fofocas que era líder de audiência teve que ser cancelado após a negativa repercussão do evento. Na ocasião Inês Brasil foi extremamente crítica pela atitude e chegou a gravar um vídeo pedindo desculpas. A produção do evento entrou com processo contra Inês Brasil por danos morais e materiais e a indenização pode chegar até 150 mil reais.

PÚBLICO NÃO SABIA O MOTIVO DO CANCELAMENTO DO PROGRAMA

O público ficou sem entender porque o programa nunca voltou ao ar, quem revelou o real motivo foi a diretora da emissora, Socorro Granjeiro. ''Foi uma opção do diretor e apresentador do programa não voltar ao ar, ele dizia que seria muita cara de pau ir ao ar contar fofocas com pendências a serem resolvidas do evento.'' disse a diretora.

PROCESSO CONTRA INÊS BRASIL

Os organizadores do evento entraram com uma ação contra a cantora somente agora em Novembro após não chegarem a um acordo. O que chama atenção é o valor da indenização que pode chegar até 150 mil reais.


Os organizadores estavam com três contratos assinados e fechados para realização do mesmo evento em Manaus. As atração eram Lia Clark, Mulher Pepita e Pabllo Vittar. Os shows seriam nessa ordem em meses alternados.

Porém após o episódio envolvendo Inês, os organizadores se viram obrigados a cancelar o evento, cancelar o programa que acabou perdendo anunciantes.

Tecnologia do Blogger.